Duas formas de pensar: sistema 1 e sistema 2

Nos últimos anos, pesquisadores da área de psicologia cognitiva têm buscado explicar a forma pela qual o ser humano toma decisões por meio da divisão da função cognitiva em dois grupos genéricos: sistema 1 e sistema 2. Enquanto o primeiro sistema representa um modo intuitivo de agir, o segundo é caracterizado por ser um modo[…]



Excesso de confiança e o viés do otimismo

O que é o excesso de confiança e o viés do otimismo?

Algumas vezes confundidos, o excesso de confiança e o viés do otimismo possuem algumas similaridades, mas não são a mesma coisa. Descubra como estes dois vieses de comportamento afetam o processo de tomada de decisão. O que é o excesso de confiança (overconfidence)? O excesso de confiança (overconfidence) é um viés que leva as pessoas[…]



O que é finanças comportamentais e economia comportamental?

O que é finanças comportamentais e economia comportamental?

Atualmente a área de finanças está passando por um momento de transição de paradigmas, de uma visão neoclássica para uma visão embasada em aspectos comportamentais. Entenda o que é finanças comportamentais – termo que hoje já é comumente amplificado para a economia como um todo, a economia comportamental – e como essa área de estudos[…]



Lista de vieses cognitivos

Vieses cognitivos são erros sistemáticos do processo de tomada de decisão, que ocorrem quando estamos processando e interpretando informações ao nosso redor. Os vieses cognitivos podem ser causados por heurísticas, isto é, atalhos mentais. No entanto, outros fatores como pressões sociais, motivações individuais, emoções e limitações na habilidade mental de processar informações podem contribuir para[…]



O que as curvas de indiferença não mostram?

Em disciplinas introdutórias de economia, as curvas de indiferença sempre aparecem. Uma curva de indiferença mostra diversas possibilidades de combinações de bens, de tal forma que o consumidor se torna indiferente a optar por qualquer uma delas. Logo, em uma curva de indiferença não há preferência entre uma combinação ou outra dentro de uma única[…]



Efeito manada e groupthink: seguindo as massas

O efeito manada e o groupthink são dois tipos de comportamentos que ocorrem quando decisões são tomadas coletivamente. Entenda neste texto o significado e a diferença entre esses dois comportamentos. No livro “The Crowd: A study of popular mind”, Le Bon (1896) realizou um dos primeiros trabalhos afirmando que existe uma diferença comportamental entre decisões[…]



Teoria do Prospecto (ou Teoria da Perspectiva)

A teoria do prospecto é um dos principais marcos para o campo das finanças comportamentais. Este texto irá abordar como ocorreu o surgimento da teoria do prospecto, bem como suas principais características e impactos gerados para o campo das finanças. Como surgiu a teoria do prospecto? A teoria do prospecto (TP) foi desenvolvida por Kahneman[…]



Heurísticas e vieses: atalhos e erros na tomada de decisão

Estimar probabilidades não é uma tarefa fácil. Aliás, é uma tarefa praticamente impossível em determinadas situações que envolvem eventos incertos. Quanto mais complexa a tarefa, mais difícil se torna definir o percentual de chance de ocorrência de certa situação. Continue lendo e entenda o que são heurísticas e vieses cognitivos no processo de tomada de[…]



Manter o status quo: o estado atual das coisas

Manter o status quo significa não fazer nada, ou simplesmente deixar as coisas como estão. Nas decisões que tomamos diariamente quase sempre existe uma opção que carrega a possibilidade de deixar as coisas como estão. O que é o viés do status quo? Seguir a política habitual da empresa, eleger um candidato à reeleição, comprar[…]



A origem das finanças comportamentais: a economia neoclássica e o utilitarismo

A partir do mainstream da economia neoclássica surgiram críticas a algumas premissas impostas por esta abordagem, como por exemplo a premissa de racionalidade dos agentes econômicos, bem como a ideia de que os agentes sempre buscam maximizar o retorno e reduzir o risco. A área das finanças comportamentais começou a ganhar força a partir do[…]